Temer reduz reajuste do salário mínimo

A decisão do governo federal afetará mais de 45 milhões de brasileiros que vivem com um salário mínimo.

Michel Temer reduziu a previsão de reajuste do salário mínimo para 2018. Com esta decisão, o trabalhador brasileiro terá apenas R$ 28,00 de aumento no salário mínimo. Hoje, no Brasil, quase a metade dos brasileiros recebe um salário mínimo, ou seja, mais de 45 milhões dos brasileiros irão sofrer com esta drástica medida de Temer.

Hoje o salário mínimo está em R$ 937,00 reais, com a redução da previsão de Temer o salário passará para o valor de R$ 965,00 reais. Para se ter ideia, estudos apontam que o salário mínimo no Brasil, para suprir as necessidades básicas de uma família com quatro pessoas, deveria ser de R$ 3.810,10.

Se compararmos a diferença de salários, entre um trabalhador brasileiro e, por exemplo, um deputado o Diário Popular mostra o quão longe está o salário mínimo do salário de um deputado federal:

Salário mínimo, de quase metade dos brasileiros: R$ 937,00.

Salário mais adicionais de um deputado: R$ 168 mil.

O Diário Popular foi às ruas de Goiânia para falar com a população sobre esta péssima notícia para quem vive com um salário mínimo. Dona Rosa, moradora do Santa Genoveva, disse o que achou desta medida de Temer:

“Eu vivo de um salário mínimo. Atualmente este valor nem sequer dá para eu pagar minhas contas todas: aluguel, energia, água, internet, alimentação, remédio. Se não fosse meus filhos, às vezes, quando podem me ajudar nas despesas, eu não sei o que seria de mim. A gente fica na expectativa de o próximo aumento do salário ir para um valor razoável para que a gente consiga sobreviver, pelo menos, mas aí o governo faz é diminuir o valor. Não sei mesmo o que será de minha vida e de tantas outras famílias que vivem com apenas um salário mínimo”.

Também no centro de Goiânia o Diário Popular falou com o jovem Felipe, atendente de telemarketing e que ganha um salário mínimo. Ele nos falou da frustração deste reajuste de salário:

Estou fazendo faculdade à noite e trabalho de dia. Ganho um salário mínimo que não dá para pagar meu curso, até para comprar um livro ou tirar cópias de um trabalho, às vezes, tenho que pedir ajuda aos colegas de curso, pois com o meu salário não dá. Não sobra nada nem para ajudar em casa, fico muito chateado por não poder ajudar minha família. E o que mais me magoa é ver nossos políticos ganhando uma fortuna sem trabalhar de verdade, e a população brasileira vive morrendo à míngua. Isso é lamentável, triste. O filho do presidente, com apenas oito anos de idade, já tem dois milhões de reais na conta, o próprio Temer está milionário. Já a população brasileira terá que viver com R$ 937. É vergonhoso!

Se formos comparar o salário mínimo brasileiro com outros países, haverá uma larga diferença, por exemplo, há países que pagam dez vezes mais que o Brasil, ou seja, o salário mínimo nestes países chega a mais de cinco mil reais. Até o fechamento desta matéria nenhum político do Congresso havia feito alguma declaração sobre o assunto.

Publicado por Thyago Humberto em 31 de outubro às 14:33.

Comentários

Deixe uma resposta