João Doria lamenta ver Bolsonaro na disputa presidencial

A declaração foi dada numa entrevista nesta terça-feira.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em entrevista nesta terça-feira disse que seria muito triste para o Brasil ter Bolsonaro e Lula como opções para 2018. O prefeito praticamente descartou a possibilidade de ser candidato à Presidência da República em 2018, mas não negou uma possibilidade de ser vice do governador de São Paulo na eleição presidencial, o tucano Geraldo Alckmin.

Doria era apontado como candidato que possivelmente estaria no segundo turno com Lula nas eleições presidenciais, mas com um jeito agressivo e provocador ele foi conquistando o desprezo dos eleitores. Recentes pesquisas apontaram menos de 10% de intenções de votos.

Doria chamou a presidenta Dilma Rousseff de anta e fez várias críticas também ao presidente Lula. O prefeito paulista chegou, inclusive, a entrar em uma briga com o tucano e ex-governador de São Paulo Alberto Godman. Doria chamou Godman de “improdutivo e fracassado”. O ex-governador respondeu que é velho, mas não é velhaco e chamou Doria de arrogante.

A briga entre os tucanos se dá devido à insistência de Doria em disputar as eleições do ano que vem, quando, na verdade, seria Geraldo Alckmin o candidato natural do PSDB. Lideranças políticas de São Paulo garantem que foi Alckmin o responsável pela vitória de Doria na prefeitura da capital paulista. Em troca o governador esperaria o apoio do prefeito nas eleições presidenciais.

Na mesma entrevista o prefeito desistiu do projeto de distribuir alimentos reprocessados conhecido como “ração para pobre”. Este alimento seria colocado à disposição para pessoas necessitadas, mas depois de forte repercussão negativa, inclusive do Conselho Regional dos Nutricionistas, o prefeito optou pela desistência do projeto.

Em relação a Bolsonaro, Doria reconhece o crescimento do deputado e diz que é preciso uma união de centro para enfrentar Lula e Bolsonaro nas eleições:

“O sinal amarelo acendeu, não reconhecer isso é fugir aos fatos. É muito triste para o Brasil termos só essas duas alternativas de extrema esquerda e extrema direita”.

Bolsonaro não respondeu aos ataques de Doria.

Na última pesquisa Ibope, Lula lidera com 35% dos votos e Bolsonaro aparece com 13%. Segundo a pesquisa Lula e Bolsonaro iriam ao segundo turno.

Publicado por Thyago Humberto em 01 de novembro às 12:31.

Comentários

Deixe uma resposta