Provas contra Demóstenes são destruídas

Por decisão judicial, todas as provas contra o ex-senador foram destruídas hoje.

Justiça de Goiás determina que provas sejam destruídas contra o ex-senador Demóstenes Torres, hoje no PTB, de Jovair Arantes. A ordem foi da desembargadora Elisabeht Maria da Silva (TJ-GO) nesta terça-feira (17). Acompanharam a destruição membros do Ministério Público e advogados de Demóstenes. O senador goiano foi cassado em 2012, pelo Senado, por conta de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

A determinação do Tribunal de Justiça de Goiás foi para que todos os envelopes, documentos e todas as provas do processo contra o ex-senador sejam triturados, segundo a jornalista Fabiana Pulcineli. O processo foi arquivado em junho deste ano.

Com esta decisão, quem fizer alguma publicação e divulgação relacionada às provas que foram destruídas, poderá ser processado por Demóstenes, já que a justiça o considerou inocente em tudo que foi falado e apresentado do elo com Cachoeira. O que pode ter salvado Demóstenes neste processo foi a interceptação de suas ligações de celular sem a autorização do STF, já que à época, como senador, ele tinha foro especial por prerrogativa de função – o foro privilegiado.

Foto (crédito): Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

Publicado por Thyago Humberto em 17 de outubro às 15:44.

Comentários

Deixe uma resposta